Política

Depois da posse, vereadores devem ir à Câmara de Campo Grande definir Mesa Diretora

Os 29 vereadores de Campo Grande que vão cumprir mandatos entre 2021 e 2024 devem eleger a nova Mesa Diretora em 1º de janeiro, assim que terminar a posse deles nos cargos. O vereador Carlão (PSB) deve comandar a Casa de Leis, já que ocupa a única chapa apresentada até agora e que detém apoio […]

Mayara Bueno Publicado em 26/12/2020, às 13h44 - Atualizado às 13h57

Vereadores durante sessão da Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Reprodução/Facebook).
Vereadores durante sessão da Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Reprodução/Facebook). - Vereadores durante sessão da Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Reprodução/Facebook).

Os 29 vereadores de Campo Grande que vão cumprir mandatos entre 2021 e 2024 devem eleger a nova Mesa Diretora em 1º de janeiro, assim que terminar a posse deles nos cargos. O vereador Carlão (PSB) deve comandar a Casa de Leis, já que ocupa a única chapa apresentada até agora e que detém apoio da maioria, segundo apurado.

Na última sessão de 2020, em 22 de dezembro, o atual presidente João Rocha (PSDB) anunciou que não iria concorrer ao cargo, uma vez que sempre manteve a premissa de consenso e unidade, reforçando que ninguém é candidato de si mesmo. Segundo anteriormente apurado pelo Jornal Midiamax, Carlão teria respaldo de 19 vereadores. São necessários 15 para eleger o novo presidente.

Inclusive, a chapa dele já está formada com representantes de partidos e vereadores reeleitos e com àqueles que estreiam na Casa de Leis no próximo ano. Dr. Loester (MDB) deve ficar na primeira vice-presidência; Betinho (Republicanos) na segunda vice-presidência e Edu Miranda (Patriota) na terceira vice-presidência.

Maior bancada a partir do próximo ano, o PSD vai ocupar a primeira-secretaria com Delei Pinheiro. A primeira é considerada a mais importante dentre as secretarias, responsável por gerir finanças, por exemplo. Papy (Solidariedade) fica com a segunda-secretaria e Ronilço Guerreiro (Podemos) com a terceira-secretaria.

Jornal Midiamax