Política

Chapa encabeçada por Carlão à presidência da Câmara tem PSD na 1ª secretaria

Encabeçada pelo vereador Carlão (PSB), a chapa para Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campo Grande terá o partido com a maior bancada, que tomará posse em 2021, na principal secretaria. Nos bastidores, a informação é de que o vereador, atual primeiro-secretário, tem apoio de 19 dos 29 vereadores – são necessários 15 para eleger […]

Mayara Bueno Publicado em 22/12/2020, às 17h20 - Atualizado em 23/12/2020, às 11h09

None
carlao.jpg

Encabeçada pelo vereador Carlão (PSB), a chapa para Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campo Grande terá o partido com a maior bancada, que tomará posse em 2021, na principal secretaria.

Nos bastidores, a informação é de que o vereador, atual primeiro-secretário, tem apoio de 19 dos 29 vereadores – são necessários 15 para eleger novo presidente.

Atual dirigente da Casa de Leis, vereador João Rocha (PSDB), que era tido como candidato à reeleição, anunciou a desistência do pleito, em prol de consenso. Portanto, com isso, a eleição para Mesa Diretora será com chapa única.

Segundo apurado, o grupo com Carlão presidente ficou desta forma: Dr. Loester (MDB) na primeira vice-presidência; Betinho (Republicanos) na segunda vice-presidência e Edu Miranda (Patriota) na terceira vice-presidência.

Maior bancada a partir do próximo ano, o PSD vai ocupar a primeira-secretaria com Delei Pinheiro. A primeira é considerada a mais importante dentre as secretarias, responsável por gerir finanças, por exemplo.

Papy (Solidariedade) fica com a segunda-secretaria e Ronilço Guerreiro (Podemos) com a terceira-secretaria.

A definição dos nomes era ponto sensível, já que envolvia quais partidos formariam a chapa para Mesa Diretora.

Há partidos como o PSD, que vai contar com seis vereadores no próximo mandato, mas Solidariedade tem apenas um, Papy.

MDB será composto por dois parlamentares, Dr. Loester e Dr. Jamal assim como Republicanos, Betinho e Gilmar da Cruz.

Jornal Midiamax