Política

TRE-MS confirma convenção e mantém Trutis fora da disputa em Campo Grande

O TRE-MS (Tribunal Regional de Eleitoral de Mato Grosso do Sul) indeferiu novo pedido do deputado federal Loester Trutis (PSL), que tenta na Justiça deferir seu registro de candidatura. Em nova decisão, da juíza Joseliza Alessandra Vanzela Turine, da 44ª Zona Eleitoral do TRE-MS, considera que a convenção do partido, que escolheu Vinicius Siqueira (PSL) […]

Fábio Oruê Publicado em 28/10/2020, às 16h58 - Atualizado às 17h42

Deputado federal Loester Trutis (PSL) na tribuna da Câmara (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Deputado federal Loester Trutis (PSL) na tribuna da Câmara (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados) - Deputado federal Loester Trutis (PSL) na tribuna da Câmara (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O TRE-MS (Tribunal Regional de Eleitoral de Mato Grosso do Sul) indeferiu novo pedido do deputado federal Loester Trutis (PSL), que tenta na Justiça deferir seu registro de candidatura.

Em nova decisão, da juíza Joseliza Alessandra Vanzela Turine, da 44ª Zona Eleitoral do TRE-MS, considera que a convenção do partido, que escolheu Vinicius Siqueira (PSL) para disputar o cargo máximo do executivo em Campo Grande.

“O requerente [Trutis] não corresponde ao candidato escolhida em convenção, uma vez que após a retificação da ata de convenção, outros nomes passaram a figurar como candidatos aos cargos de Prefeito e Vice-prefeito pelo partido, com apresentação de novos requerimentos de registro de candidatura já deferidos por este juízo”, diz o documento.

Ontem (27), o TRE-MS negou mais um recurso, por unanimidade, de Trutis. O Pleno da corte já havia negado outro recurso do parlamentar, que trata do indeferimento do DRAP (Demonstrativo de Regularidade dos Atos Partidários), peça que indica que o partido está apto para lançar candidato.

Nesse segundo recurso, Trutis questionou decisão dos membros do TRE, que rejeitaram rever a desistência da comissão municipal provisória do PSL em recorrer da decisão em primeira instância que mandou o partido trocar o deputado pelo vereador Vinícius Siqueira como candidato.

Jornal Midiamax