Política

Coronavírus avança e mais 7 cidades de MS prorrogam suspensão das aulas

Devido ao avanço do coronavírus, mais sete cidades de Mato Grosso do Sul prorrogaram a suspensão das aulas presenciais na rede municipal.

Dândara Genelhú Publicado em 02/07/2020, às 18h11 - Atualizado às 18h20

Vista aérea da cidade de Três Lagoas, na região leste do Estado (Foto: Divulgação)
Vista aérea da cidade de Três Lagoas, na região leste do Estado (Foto: Divulgação) - Vista aérea da cidade de Três Lagoas, na região leste do Estado (Foto: Divulgação)

Devido ao avanço do coronavírus, mais sete municípios de Mato Grosso do Sul prorrogaram a suspensão das aulas presenciais. As medidas foram oficializadas por meio de decretos, publicados no Assomasul (Diário Oficial dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

Nesta quinta-feira (02), as prefeituras de Coronel Sapucaia, Sete Quedas e Iguatemi publicaram decretos suspendendo as aulas presenciais. Assim, de acordo com a publicação, as atividades da Rede Municipal de Ensino de cada cidade seguem suspensas até 31 de julho.

Na última quarta-feira (01), outros quatro municípios publicaram decretos prorrogando a suspensão das aulas. São eles: Figueirão, Laguna Carapã, Sidrolândia e Três Lagoas.

Em Três Lagoas, o decreto estabelece que as aulas presenciais seguem suspensas até 31 de julho para as unidades educacionais. Com a mesma data definida, as prefeituras de Laguna Carapã e Sidrolândia detalharam que a medida é válida para unidades escolares da Rede Municipal e Centros de Educação Infantil.

Por fim, a Prefeitura de Figueirão definiu que a prorrogação da suspensão das aulas presenciais deve ser aplicada nas escolas municipais, “bem como sua extensão na Comunidade Quilombola de Santa Tereza e Creche Municipal de Educação Infantil”. A data decretada também é 31 de julho.

Assim, o total de municípios que adotaram a medida se aproxima de 20. Outros 12 municípios já haviam decretado a prorrogação da suspensão das aulas no Assomasul.

Aulas Estaduais

Para os estudantes da Rede Estadual de Ensino também houve prorrogação da suspensão das aulas presenciais. Em decreto publicado em 26 de junho, a SED (Secretaria de Estado de Educação) definiu 31 de julho como prazo para suspensão. Com isso, as atividades escolares seguem remotas, tanto pela internet como pelas teleaulas.

Coronavírus no MS

Em Mato Grosso do Sul já foram confirmados 9.062 casos de coronavírus, de acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde). Assim, com o avanço da doença, o número de mortes subiu no MS.

Apenas nesta quinta-feira (02), a SES confirmou mais 16 novos óbitos causados por coronavírus no Estado. O número total de mortes desde o início da pandemia é 104, em todo o MS.

Jornal Midiamax