Política

Coligação de Marquinhos Trad e PT lideram tempo de televisão na propaganda eleitoral

A coligação “Avançar e Fazer Mais”, que reúne dez partidos em torno da candidatura de Marquinhos Trad (PSD) à reeleição, terá 3 minutos e 10 segundos diários de propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio. As inserções começam no próximo dia 9 e seguem até 12 de novembro. A distribuição dos horários reservados à […]

Jones Mário Publicado em 02/10/2020, às 19h16

Audiência pública que distribuiu tempo de propaganda eleitoral e sorteou ordem das inserções (Foto: Divulgação/TRE-MS)
Audiência pública que distribuiu tempo de propaganda eleitoral e sorteou ordem das inserções (Foto: Divulgação/TRE-MS) - Audiência pública que distribuiu tempo de propaganda eleitoral e sorteou ordem das inserções (Foto: Divulgação/TRE-MS)

A coligação “Avançar e Fazer Mais”, que reúne dez partidos em torno da candidatura de Marquinhos Trad (PSD) à reeleição, terá 3 minutos e 10 segundos diários de propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio. As inserções começam no próximo dia 9 e seguem até 12 de novembro.

A distribuição dos horários reservados à propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de Campo Grande foi realizada hoje (2). A audiência pública foi conduzida pelo juiz da 35ª Zona Eleitoral, Thiago Nagasawa Tanaka.

Com dez partidos (PSD, Patriota, PC do B, PSDB, PTB, Rede, PSB, Cidadania, Republicanos e Democratas), a coligação de Trad é a única com mais de 3 minutos de tempo por dia.

Atrás de Marquinhos está o PT, de Pedro Kemp, com 1 minuto e 5 segundos de tempo. O PSL, por enquanto de Loester Trutis, terá 1 minuto e 2 segundos por dia. Os demais candidatos ficaram abaixo da casa de 1 minuto.

Tempo de rodeio

Marcelo Bluma, do PV, terá de se virar com apenas 8 segundos diários – menor tempo entre os postulantes à prefeitura. Ao menos, Bluma abre a transmissão da propaganda eleitoral no dia 9. A ordem é revezada nos dias seguintes – o último partido num dia é o primeiro do outro.

O Novo, de Guto Scarpanti, ficou com 13 segundos. O PSOL, de Cris Duarte, recebeu 15 segundos por dia. Veja a tabela completa:

1- Marquinhos Trad (PSD) – 3min10s
2 – Pedro Kemp (PT) – 1min05s
3 – Loester Trutis (PSL) – 1min02s
4 – Esacheu Nascimento (Progressistas) – 0min47s
5 – Marcio Fernandes (MDB) – 0min42s
6 – João Henrique Catan (PL) – 0min41s
7 – Dagoberto Nogueira (PDT) – 0min35s
8 – Delegada Sidnéia Tobias (Podemos) – 0min23s
9 – Paulo Matos (PSC) – 0min22s
10 – Sergio Harfouche (Avante) – 0min19s
11 – Marcelo Miglioli (Solidariedade) – 0min18s
12 – Cris Duarte (PSOL) – 0min15s
13 – Guto Scarpanti (Novo) – 0min13s
14 – Marcelo Bluma (PV) – 0min08s

Ao todo, o horário eleitoral gratuito para candidatos à prefeitura vai durar 20 minutos, divididos em duas inserções de dez minutos cada. A propaganda só não será veiculada aos domingos.

Na televisão, as inserções começam às 13h e às 20h30. No rádio, os programas serão às 7h e às 12h.

Chapa proporcional

Entre os candidatos a vereador, o PT sai em vantagem nas inserções diárias, com 3 minutos e 3 segundos. O partido tem 54 candidatos à Câmara Municipal.

Na sequência está o PSL, com 2 minutos e 57 segundos por dia. A chapa da sigla tem 52 candidatos a vereador.

O Progressistas, com 38 postulantes ao Legislativo, terá 2 minutos e 11 segundos.

Confira a lista completa:

PT – 3min03s
PSL – 2min57s
Progressistas – 2min11s
PSD – 2min01s
MDB – 1min58s
PSB – 1min52s
Republicanos – 1min45s
PSDB – 1min42s
Democratas – 1min42s
PDT – 1min39s
Solidariedade – 0min50s
PTB – 0min40s
PSOL – 0min40s
PC do B – 0min40s
Patriota – 0min37s
PSC – 0min34s
Cidadania – 0min34s
Novo – 0min34s
Avante – 0min30s

Conforme resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 90% do tempo da propaganda gratuita é distribuído proporcionalmente entre partidos e coligações conforme bancadas na Câmara dos Deputados. Os outros 10% são divididos igualitariamente.

Jornal Midiamax