Manifestante ocuparam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF), em dois atos na manhã deste domingo (7). Enquanto um grupo se posiciona contra o Governo de Jair Bolsonaro (sem partido) e a favor da – incluindo pautas contra racismo – outro sai em defesa do presidente.

Conforme o Jornal O Globo, a concentração teve início por volta das 9h (no horário do DF) em frente à Biblioteca Nacional, a poucos quilômetro do Palácio do Planalto. Apesar de usarem máscaras, integrantes dos grupos não estão respeitando o distanciamento social.

‘Todos pela democracia' é uma das frases usadas em cartazes que os manifestantes seguram enquanto cantam ‘ai, ai, ai, empurra o Bozo que ele cai'. Torcidas de futebol, que há alguns dias começaram a se posicionar publicamente em questões políticas, também participam do ato.

Há ainda enfermeiros que carregam cruzes em homenagem aos colegas mortos enquanto atuavam no combate à do novo . Em menor número e segurando uma bandeira de Israel, defensores do presidente contam com a presença do ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno. Com carro de som, eles gritam ‘Bolsonaro 2022'.

A Polícia Militar está fazendo a separação dos dois grupos no local e organizadores de ambos pedem que não haja conflitos.