Política

Treta de WhatsApp: vereador é excluído de grupo e reclama dos colegas

Em meio à votação de Projeto de Lei na Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (6), o vereador Vinicius Siqueira (DEM) fez uso do microfone da casa para reclamar sobre ter sido excluído de um grupo do WhatsApp. A reclamação teve resposta do administrador do grupo, vereador João César Mattogrosso (PSDB). Durante a votação, Siqueira reclamou […]

Renata Portela Publicado em 06/06/2019, às 12h28 - Atualizado às 19h06

None

Em meio à votação de Projeto de Lei na Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (6), o vereador Vinicius Siqueira (DEM) fez uso do microfone da casa para reclamar sobre ter sido excluído de um grupo do WhatsApp. A reclamação teve resposta do administrador do grupo, vereador João César Mattogrosso (PSDB).

Durante a votação, Siqueira reclamou de ter sido excluído do grupo de WhatsApp. Ele contou que a casa tem dois grupos e que foi excluído de um deles por Mattogrosso. Ele ainda disse que teria sido excluído por ser “o do contra” da casa. Siqueira é conhecido pelos votos contrários aos projetos, mas declarou “não me considero vereador de oposição ou da base do prefeito, mas sim de posição”.

Além disso, afirmou que ter sido excluído do grupo do aplicativo, que segundo ele hoje é uma importante ferramenta de troca de informação, “foi uma atitude de menino mimado”. Mattogrosso, que presidia a sessão, utilizou o microfone para responder à acusação. Ele disse que há um grupo oficial dos membros do legislativo, mas que o outro grupo é pessoal, criado por ele mesmo.

“No meu grupo, eu não quero o colega”, disse o vereador, que ainda acusa Siqueira de vazar informações desse grupo não-oficial da casa. Ele ainda afirmou que só foi chamado de “menino mimado” porque o vereador está chateado por não fazer mais parte do grupo.

Jornal Midiamax