Política

João Rocha é empossado para mais um mandato como presidente da Câmara de Campo Grande

O vereador João Rocha (PSDB) tomou posse, durante uma sessão rápida no começo da tarde desta terça-feira (1), como presidente da Câmara de Campo Grande pelo próximo biênio, 2019-2020. “Estamos iniciado um novo ciclo. Do mesmo jeito que temos pontos de vista divergentes, nós sentamos e conversamos, nos reunimos, e acabamos nos entendendo, pois é […]

Ludyney Moura Publicado em 01/01/2019, às 15h31 - Atualizado em 19/07/2020, às 20h11

(foto: Divulgação/CMCG)
(foto: Divulgação/CMCG) - (foto: Divulgação/CMCG)

O vereador João Rocha (PSDB) tomou posse, durante uma sessão rápida no começo da tarde desta terça-feira (1), como presidente da Câmara de Campo Grande pelo próximo biênio, 2019-2020.

“Estamos iniciado um novo ciclo. Do mesmo jeito que temos pontos de vista divergentes, nós sentamos e conversamos, nos reunimos, e acabamos nos entendendo, pois é isso que a população quer. É nossa obrigação fazer isso com equilíbrio, paciência, tolerância e maturidade. Tenham certeza que aqui tem um grupo de homens e mulheres que buscam fazer o melhor para a cidade”, discursou Rocha.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD), que prestigiou a sessão de posse, e além de lembrar da memória da viúva de João Rocha, emocionando o colega tucano, destacou a ‘harmonia’ na relação entre legislativo e executivo.

“Para aqueles que têm a noção exata do princípio constitucional e da simetria do direito administrativo, sabe a importância da formalização de homens e mulheres que conduzem uma instituição autônoma e independente. Nós estamos dando um exemplo de respeito, maturidade e consciência. Há posicionamentos diferenciados, mas todos somos Campo Grande. Que Deus abençoe essa nova composição da mesa de trabalhos, pois nossa cidade merece voltar a ser feliz”, afirmou o prefeito.

Além de Rocha, foram empossados os vereadores Cazuza (PP), 1º vice-presidente, Eduardo Romero (REDE), 2º vice-presidente, Ademir Santana (PDT), 3º vice-presidente, Carlão (PSB), 1º secretário, Gilmar da Cruz (PRB), 2º secretário e Papy (SD), como 3º secretário.

“Nosso primeiro desafio é manter essa unidade e firmeza de propósitos, entre os dois poderes. Somos todos responsáveis por isso. Firmo compromisso de respeito, consideração e gratidão para cada um dos colegas e que possamos, de forma unida, marchando firme, acreditando nos valores que nos norteiam, enfrentar os dois últimos anos”, disse o presidente reeleito do legislativo da Capital.

Jornal Midiamax