Política

Após encontro com Onyx e Mandetta, Reinaldo tem agenda com Tereza Cristina

Depois de extensa agenda em Brasília na quinta-feira (24), o governador Reinaldo Azambuja segue na capital federal para reunião, às 10h, com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (DEM). O tucano deve pedir intervenção da pasta em demandas consideradas prioritárias para o estado, entre elas a regularização fundiária de pequenos produtores. O […]

Maisse Cunha Publicado em 25/01/2019, às 08h46 - Atualizado em 15/07/2020, às 12h47

À esquerda, Tereza Cristina, Reinaldo ao centro e Tarcísio à direita (Foto: Clodoaldo Silva/Divulgação/Governo do Estado)
À esquerda, Tereza Cristina, Reinaldo ao centro e Tarcísio à direita (Foto: Clodoaldo Silva/Divulgação/Governo do Estado) - À esquerda, Tereza Cristina, Reinaldo ao centro e Tarcísio à direita (Foto: Clodoaldo Silva/Divulgação/Governo do Estado)

Depois de extensa agenda em Brasília na quinta-feira (24), o governador Reinaldo Azambuja segue na capital federal para reunião, às 10h, com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (DEM). O tucano deve pedir intervenção da pasta em demandas consideradas prioritárias para o estado, entre elas a regularização fundiária de pequenos produtores.

O tucano vem falando sobre a necessidade de regularização dos títulos e documentação de assentamentos no estado e deve pedir a Tereza suporte do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), vinculado a Agricultura.

Após encontro com Onyx e Mandetta, Reinaldo tem agenda com Tereza Cristina
(Foto: reprodução/Facebook)

No encontro, ambos também devem discutir procedimentos comuns para área de livre aftosa, apresentação e liberação do projeto Resenha Virtual, da Iagro, sistema que aborda o tráfego de equinos. Reinaldo também planeja construção de 10 novas estações meteorológicas no estado.

Na quinta-feira, o governador teve encontro com os ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), da Casa Civil, Onyx Lozenroni (DEM), Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e Mansueto Almeida da STN (Secretaria do Tesouro Nacional).

Azambuja, eleito presidente do Consórcio Brasil Central, falou sobre a contratualização do Hospital do Trauma, hospital de Três Lagoas, convênios do HRMS (Hospital Regional Rosa Pedrossian), infraestrutura rodoviária e portuária e segurança na fronteira.

Jornal Midiamax