Política

Governo entra na reta final pela aprovação da reforma da Previdência, diz Marun

'Já é sentida entre os parlamentares'

Diego Alves Publicado em 30/01/2018, às 21h13

None

‘Já é sentida entre os parlamentares’

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, comemorou o resultado da pesquisa Ibope, que aponta redução na rejeição da população em relação à reforma da Previdência. A pesquisa, encomendada pela Presidência da República, aponta que 44% dos entrevistados são contrários à reforma da Previdência. Para Marun, essa mudança de visão da sociedade já é sentida entre os parlamentares.Governo entra na reta final pela aprovação da reforma da Previdência, diz Marun

“A nossa estratégia está sendo extremamente exitosa. Eu tenho afirmado há um bom tempo que sinto nos parlamentares as consequências desse novo posicionamento da sociedade e isso tudo me deixa cada vez mais convicto, e até certo, de que aprovaremos essa reforma”, disse o ministro, na tarde de hoje (30) no Palácio do Planalto.

Marun disse ainda que o governo entra hoje (30) na “reta final” pela aprovação da reforma: “Hoje nós começamos de uma forma mais organizada a reta final. Estamos a cerca de 20 dias do início de discussão e votação dessa proposta e começamos hoje a nos organizar de uma forma mais racional”.

Como parte das articulações do governo e da base aliada em prol da reforma, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, receberá parlamentares da base aliada, em sua casa, hoje à noite. Marun também estará presente no encontro, realizado a três dias do início do ano legislativo.

“Não digo que vamos contar votos, mas o estabelecimento de estratégia. A nossa estratégia está sendo extremamente exitosa”, disse. Marun voltou a dizer que o governo aceita discutir mudanças no texto da reforma, desde que não alterem a idade mínima e o fim dos privilégios. Outra condição é que as sugestões venham com votos pela aprovação da reforma.

Jornal Midiamax