Política

Gilmar Mendes vai pedir à PF que investigue quem o hostilizou dentro de avião

Ministro deve fazer solicitação nesta semana

Richelieu Pereira Publicado em 31/01/2018, às 14h15

None

Ministro deve fazer solicitação nesta semana

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal) e presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), vai solicitar à Polícia Federal que investigue os passageiros que o hostilizaram durante um voo.

O caso foi registrado em vídeo que viralizou na internet. “Polícia Federal para ele. O amigo do Daniel Dantas, do Aécio Neves”, disse um dos manifestantes.

No voo, que saiu de Brasília rumo a Cuiabá, os passageiros questionaram duramente e xingaram o ministro. Os vídeos que circulam nas redes sociais mostram que Gilmar Mendes não reagiu às manifestações. Houve um pedido pelo sistema de som da aeronave para que os passageiros desligassem os equipamentos eletrônicos e ficassem sentados.

De acordo com o jornal O Globo, o ministro já pediu à PF abertura de inquérito para investigar o líder do “Tomataço”, Ricardo Rocchi.Gilmar Mendes vai pedir à PF que investigue quem o hostilizou dentro de avião

Em mensagem que circulou pelo WhastApp, ele ofereceu R$ 300 para quem acertasse tomates no ministro. De acordo com a representação, o líder do movimento “ instigou a prática de atos atentatórios à honra, ao patrimônio e à integridade física” do magistrado.

A defesa pede que sejam adotadas medidas cabíveis e que ele seja penalmente responsabilizado por suas condutas.

*Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Jornal Midiamax