'Construção coletiva', diz Reinaldo sobre PSDB presidir Assembleia
Foto: Minamar Junior

O governador (PSDB) falou nesta terça-feira (20) sobre a escolha da presidência da Assembleia Legislativa. A maior bancada, do PSDB, tenta conquistar o comando da Casa que hoje pertence ao MDB, mas para Reinaldo, há necessidade de “construção coletiva”.

Segundo o governador, não há ‘uma regra' que garanta ao PSDB, com cinco deputados eleitos, consequentemente mais chances de presidir a Assembleia.

“Se o PSDB indicar um nome, você pode trabalhar esse nome com as bancadas para se tornar presidente, mas não é regra por ser a maior bancada, teremos que trabalhar muito”.

Para Reinaldo, a escolha de um nome entre os cinco eleitos virá da maturidade do partido para só então ser assunto entre outras bancadas e blocos. A eleição da nova presidência acontece em fevereiro de 2019.

Articulações

Nenhum dos deputados confirma o impasse sobre quem será o candidato, mas os cinco afirmam que devem disputar pela vaga. “O candidato será definido hoje”, confirmou Paulo Correa, que conversou durante grande parte da sessão com Rinaldo Modesto. Ambos esperam uma decisão mais rápido, a fim de que a bancada consiga mais tempo para buscar apoio da Casa.

Felipe Orro disse que a definição deve sair na próxima semana. “Temos uma reunião hoje e outra na semana que vem. Mas a eleição é só no ano que vem. E eu sou candidato também, claro. Agora, será escolhido aquele que conseguir trazer mais votos”, confirmou.