Nova denúncia foi divulgada em rede nacional

Alvo de uma nova denúncia de cobrança de propina em troca de autorização de funcionamento, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), está numa situação delicada, mas deve ter direito à ampla defesa, é o que argumenta o senador Pedro Chaves (PSC).

“Tem que dar oportunidade para que governador mostre realmente que ele desconhecia todo esse processo”, alegou o senador.Pedro Chaves defende chance para Reinaldo se defender sobre propina

Chaves comparou o processo de Reinaldo ao do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que mesmo afastado de suas funções parlamentares, tem feito sua defesa, por meio de seus advogados, tentando retomar a atividade política.

O senador ainda destacou que o ‘problema’ de Azambuja é que a nova denúncia, veiculada no ‘Fantástico’, é a segunda sobre suposta cobrança de propina de empresas do setor frigorífico por parte do governo estadual.

Além dos empresários que apareceram em rede nacional, inclusive com vídeo de entrega de dinheiro a um suposto emissário do ex-secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula (PSDB), os donos da JBS também delataram o que chamaram de esquema de pagamento de propina em troca de benefícios fiscais em Mato Grosso do Sul durante os governos de Zeca do PT, André Puccinelli (PMDB) e Reinaldo Azambuja.