Política

Governo quer arrecadar 50 mil cobertores na Campanha do Agasalho

Comércio deverá ter postos de doações

Evelin Cáceres Publicado em 05/04/2017, às 14h07

None
reinaldo.jpg

Comércio deverá ter postos de doações

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul deu início nesta quarta-feira (5) a Campanha do Agasalho de 2017 e pretende dobrar as arrecadações do ano passado, passando de 25 mil para 50 mil cobertores. Nesta edição, lojas no comércio também terão postos de arrecadação.

Governador, Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que o Estado avalia comprar agasalhos e cobertores para ajudar na arrecadação deste ano. “Vamos ter um inverno mais rigoroso que o ano passado. Estamos fazendo as contas para ver quanto podemos disponibilizar para ajudar na campanha”.

As entidades beneficiadas com as doações estão cadastradas na Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) e atuam em todo o Estado. “Vamos fazer uma distribuição do material, tentando atender o máximo de locais possível”, disse o secretário de Administração Carlos Alberto Assis.

A campanha vai até o dia 5 de maio e haverá o Dia D, quando a primeira dama do Estado Fátima Azambuja percorrerá todas as secretarias para pedir ajuda aos servidores nas doações de agasalhos e cobertores. 

Jornal Midiamax