Categoria já começou a discutir com governos

As tratativas entre entidades que representam professores e o Poder Público já começou, mesmo faltando quatro meses para o mês da data-base dos servidores públicos. Governo do Estado e Prefeitura da Capital evitam adiantar possíveis reajustes para a categoria.

Durante o evento de boas-vindas para os secretários municipais, a titular da SED (Secretaria de Estado de Educação), Maria Cecília Amendola da Motta, revelou que o governo tem feito estudos para conceder reajuste aos professores da rede estadual.

“Mato Grosso do Sul tem o 1º salário do país e bate longe outros Estados”, disse a secretária, que emendou tem se reunido com a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) para analisar possíveis cortes que possibilitem a concessão do reajuste.

Já a chefe da Semed (Secretaria Municipal de Educação), Ilza Mateus de Souza, revelou que o município se encontrou por três vezes com a direção da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), para apresentar as condições financeiras encontradas na Prefeitura pela gestão de Marquinhos Trad (PSD).

Ilza disse que prefeito já apresentou situação para ACP“Sobre o reajuste ainda não é possível prometer nada”, destacou Ilza. Segundo ela, o prefeito já deixou claro aos representantes dos servidores que ‘fará o possível’ para que as negociações seja ‘boas para as duas partes’. Estado e município ainda estudam caixa para conceder reajuste de professores