Deputado se reuniu com a Fetems

Mesmo sendo da base do governo, o deputado federal Elizeu Dionizio (PSDB) assumiu que votará contra a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Posicionamento contrário foi assumido, na semana passada, depois de reunião entre o deputado e a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul). Elizeu Dionizio assume a sindicalistas ser contra a Reforma da Previdência

“Quero esclarecimentos sobre a Previdência. Até agora, meu voto é não à reforma”, ressaltou o parlamentar em publicação nas redes sociais.

A vice-presidente da federação, Sueli Veiga Melo, ressaltou que a categoria tem cobrado cada parlamentar para que vote contra a proposta que amplia, por exemplo, tempo de contribuição e idade para acesso a aposentadoria. 

Placar

Dentre os oito deputados federais do Estado, apenas Carlos Marum (PMDB) permanece favorável ao projeto do governo. Ele também preside comissão especial no Congresso.

Ao se posicionar contrário, Elizeu soma força ao grupo de contrários à reforma que inclui Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet (PT) e Zeca do PT (PT).

Permanecem indecisos Tereza Cristina (PSB), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Geraldo Resende (PSDB). Os dois últimos, conforme o Estadão, já foram contrários ao projeto.