Política

Deputados ausentes afirmam que ‘sessão rápida’ atrapalhou chegada à Casa

Três parlamentares não compareceram à sessão

Evelin Cáceres Publicado em 29/11/2017, às 14h27

None

Três parlamentares não compareceram à sessão

Os deputados Grazielle Machado (PR), Felipe Orro (PSDB) e Maurício Picarelli (PSDB), ausentes na sessão desta terça-feira (28) que aprovou a reforma da previdência na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, disseram nesta quarta (29) que a ‘sessão rápida’ atrapalhou a chegada deles à Casa.

Picarelli afirmou ter tido um pico de pressão alta, mas que esteve na Assembleia. “Fui à farmácia aferir porque achei que começaria tarde a votação. Minha pressão chegou a 20 por 11. Quando liguei para os colegas, fui informado de que já tinham votado”.

Felipe Orro disse que também foi à Casa, mas que alguns manifestantes o reconheceram na chegada, o que dificultou o acesso ao prédio. “Achei que como tinham quebrado os vidros, ia demorar a sessão para começar. Mas quando liguei para os colegas já tinham votado. Mesmo assim, compareci”, informou.

Pelo Facebook na terça, a deputada Grazielle Machado também estranhou a rapidez na votação e explicou que havia chegado um pouco mais tarde, acreditando que a sessão seguiria seu rito habitual. 

Jornal Midiamax