Política

Vereadores criam Frente Parlamentar de Defesa da Vida contra Aborto

Ao todo, quatro projetos foram aprovados nesta terça

Midiamax Publicado em 03/05/2016, às 17h02

None
camara21.jpg

Ao todo, quatro projetos foram aprovados nesta terça

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram quatro Projetos na sessão ordinária desta terça-feira (3). Um deles, estabelece a criação de uma Frente Parlamentar de Defesa da Vida e Contra o Aborto.

De autoria do vereador Livio (PSDB), a Frente preconiza que todas ações ou propósitos ligados ao tema, passem a ser atribuições específicas do legislativo. Deste modo, qualquer projeto ligado à defesa da vida e contra o aborto, passarão por análise dos vereadores.

Conforme o vereador, a proposição do projeto visa tornar a discussão do tema mais criteriosa, sendo mais objetivo quando assunto tratar de defesa da vida, sendo contra o aborto. “A frente discutirá políticas públicas tanto para a mãe quanto para a criança. Todas as ações pertinentes a defesa da vida serão analisadas”.

Para elaboração da Frente Parlamentar, o propositor levou em consideração estudos científicos que comprovam que a vida existe desde a concepção. Há estudos também, segundo a assessoria do vereador, que comprovam que se houver às mães com intenção de abortar, o índice de intençao diminui em até 90%. Ou seja, de 100% de mulheres que sinalizam desejo de aborto, apenas 10% levam o pensamento adiante, quando recebem apoio para a manutenção da maternidade.

O projeto de resolução foi aprovado em regime de urgência e em votação simbólica. Agora ele seguirá para sanção do executivo.

Outros projetos

Também em regime de urgência foi aprovado em Plenário o Projeto de Lei nº 8.270/16, de autoria da Mesa Diretora, que altera o art. 7º da Lei n. 5.640, de 22/12/2015 que estima a receita e fixa a despesa do município de Campo Grande para o exercício financeiro de 2016 e dá outras providências.

Já em primeira discussão e votação foram aprovados dois Projetos. O Projeto de Lei n° 8.046/15, de autoria da vereadora Luiza Ribeiro, que dispõe sobre a celebração do aniversário de Fundação do Distrito de Rochedinho e dá outras providências e o Projeto de Lei n° 8.193/16, de autoria do vereador Chiquinho Telles, que determina a instalação de placas indicativas de localização e do significado da nomenclatura de logradouros, edifícios e vias públicas em Campo Grande. 

Jornal Midiamax