Política

TJ retoma nesta sexta julgamento de processo de Olarte

Vice-prefeito não compareceu no primeiro dia

Midiamax Publicado em 22/01/2016, às 10h56

None
olarte.jpg

Vice-prefeito não compareceu no primeiro dia

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul retoma nesta sexta-feira (22) o julgamento do processo onde Gimar Olarte, Ronan Feitosa e Luiz Márcio Feliciano respondem por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Desta vez os depoimentos têm como destaque a presença da esposa de Olarte, Andrea Olarte.

Por enquanto o processo está marcado pela liberação  da audiência de figurões da política de Mato Grosso do Sul. André Puccinelli e Mario Cesar estavam escalados para o primeiro dia de depoimentos, mas foram dispensados pela defesa de Olarte. O vereador nem foi a audiência e o ex-governador chegou a comparecer, mas foi dispensado.

Nelsinho Trad não foi no primeiro dia e apresentou atestado médico, mas não foi intimado para voltar hoje. Já a vice-governadora Rose Modesto pediu dispensa pela segunda vez hoje, desta vez alegando que compromissos com o governo a impedem de comparecer.

Gilmar Olarte também não foi no primeiro dia de audiência, mas pode comparecer hoje, pelo menos para acompanhar a esposa, Andrea Olarte. Ela e o vereador Cazuza (PP) são os dois mais conhecidos entre os depoentes desta sexta-feira.

Primeiro dia

O primeiro de julgamento, em novembro, foi marcado por depoimentos fortes e a presença de Alcides Bernal, desafeto de Olarte. Segundo o prefeito, Olarte foi responsável pela indicação de Ronan para um cargo na Sedesc e, inclusive, assinava a folha de frequência dele.

O serralheiro Edmundo de Freitas chegou a chorar durante depoimento. Ele disse que trocou R$ 240 mil em cheques para o vice-prefeito afastado, com promessa de obtenção de vantagem em licitações.

Gilmar Olarte, Ronan Feitosa e Luiz Márcio Feliciano respondem pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por terem trocado cheque em branco por promessas de cargo e outras vantagens na Prefeitura de Campo Grande. A audiência começa as 9 horas.

Jornal Midiamax