Política

Segundo prefeito, cidadão paga IPTU porque ‘confia no que está sendo feito’

Bernal prometeu pagar salário de servidor até dia 5

Ludyney Moura Publicado em 29/01/2016, às 14h28

None
img-20160129-wa0037.jpg

Bernal prometeu pagar salário de servidor até dia 5

Durante entrega da última etapa da entrega de prêmios para contribuintes que pagaram em dia o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) referente a 2015, o prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), revelou que até agora a Prefeitura arrecadou 39% do montante esperado para o imposto em 2016.

Segundo Bernal, dos R$ 378 milhões que o município espera arrecadar com o imposto este ano, até agora já entraram nos cofres da Prefeitura R$ 147 milhões, 39% do total. “As pessoas pagam o IPTU porque confiam no que está sendo feito”, afirmou o prefeito.

Nos números apresentados pela prefeitura, já foram concedidos R$  44,8 milhões de desconto a contribuintes que pagaram o tributo antecipação. Para quem pagou em dia no ano passado, o prefeito sorteou hoje um automóvel 0 km, cinco notebooks, cinco aparelhos de TV LCD, cinco microondas, e cinco aparelhos de ar condicionados.

Outro dado revelado pelo prefeito foi o número de contribuintes que pediram revisão do valor cobrado do imposto, 3,2 mil.

“Quem reclama vai ter o resultado que busca, não tem jeito. Falar a verdade não merece castigo”, frisou Bernal, emendando que possíveis reavaliações podem resultar em novos aumentos nas taxas.

Salário

Ainda durante a solenidade de entrega dos prêmios, o prefeito revelou que pretende depositar os salários dos servidores municipais até o próximo dia 5 de fevereiro, e afirmou que mantém uma equipe de comissionados que não representa mais do que 30% do que havia na gestão de seu antecessor, Gilmar Olarte.

Dengue

Outro dado informado por Bernal foi o número de notificações, cerca de 17 mil, feitas a proprietários de terrenos baldios e de imóveis fechados.  O prefeito cobrou mais ‘cuidado’ da população no combate ao mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão dos vírus da Dengue, Chikungunya e Zika.

Jornal Midiamax