Renan não concordou com o pedido de Gleisi 

A senadora Gleisi Hoffman (PT) pediu para que o presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), interrompa o processo de na casa. De acordo com Gleisi Hoffman, o rito do impedimento tem de voltar para Câmara por causa da decisão do presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA) que anulou a votação do impeachment. Renan Calheiros não concordou com o pedido de Gleisi e autorizou que o senador Vicentinho Alves (PR-TO) inicia a leitura do relatório que abre o processo de impeachment no plenário do Senado.