Política

Ex-juiz eleitoral sugere ‘mais zelo’ a Bernal sobre jornal feito por assessoras

Nem tudo que é legal é moral, ressalta

Jessica Benitez Publicado em 03/08/2016, às 20h37

None
bernal1_jornal.jpg

Nem tudo que é legal é moral, ressalta

O advogado especialista em direito constitucional e ex-juiz eleitoral, André Borges, avalia como, no mínimo, estranha a conduta do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), em relação à produção do jornal Notícias de Campo Grande, feito por empresa administrada por duas assessoras diretas do Executivo. Ele diz que o MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pode investigar a situação.

“Pode-se investigar a conduta do prefeito a partir dos princípios constitucionais e leis das eleições por divulgar matéria”, explica e reforça que nem tudo que é legal, é moral.

“Ele (Bernal) deveria ser mais zeloso por ser candidato a prefeito”, completa. O chefe do Executivo ainda não oficializou candidatura à reeleição, mas deve confirmar nesta sexta-feira (5) durante convenção partidária.

As duas assessoras são servidoras comissionadas e juntas têm a empresa Bureau de Planejamento e Assessoria de Comunicação LTDA-ME que produziu jornal propagando as ações do prefeito na gestão, além de matéria referindo-se à cassação de março de 2014 como 'golpe'.

Ao Jornal Midiamax, Bernal, que também é vice-presidente nacional e dirigente regional do PP, avaliou o fato como normal, legal e moral. Mesmo assim não revelou qual o custo de produção dos exemplares limitando-se a dizer que segue o preço de mercado.

Jornal Midiamax