Política

Deputado apresenta projetos para sustar decretos de desapropriação de Dilma

8,26 mil quilômetros quadrados

Diego Alves Publicado em 27/06/2016, às 23h47

None
img201606231131284148882.jpg

8,26 mil quilômetros quadrados

O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) apresentou na Câmara dos Deputados 29 projetos de decreto legislativo (PDCs) suspendendo decretos assinados pela presidente afastada Dilma Rousseff que desapropriaram imóveis rurais para reforma agrária e regularização de territórios quilombolas e terras indígenas, que totalizam 826,6 mil hectares (o equivalente a 8,26 mil quilômetros quadrados).

De acordo com Goergen, esses decretos possuem vício de origem e de forma por terem sido publicados próximos à data de votação, na Câmara, da admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma. Para o deputado, os documentos não visaram atender aos beneficiados, “mas apenas marcar a gestão [da presidente afastada] sem a devida análise e discussão do tema”.

Para ele, o Executivo não atendeu aos princípios base do ato administrativo (legalidade, impessoalidade e moralidade) e, por isso, as normas são inconstitucionais, além de extrapolarem o poder regulamentar da presidente da República.

Todos os 29 PDCs serão votados no Plenário da Câmara dos Deputados. Antes disso, terão que ser analisados nas comissões. O destino de cada proposta varia conforme a localização do imóvel ou o objetivo do decreto. A tramitação dos PDCs do deputado Goergen é descrita abaixo.

Jornal Midiamax