Política

Cerca de 30 caminhoneiros começam protesto na Avenida Afonso Pena

Expectativa é de 70 caminhões

Kemila Pellin Publicado em 18/03/2016, às 16h54

None
img-20160318-wa0117.jpg

Expectativa é de 70 caminhões

Cerca de 30 caminhoneiros já estão reunidos nos altos da Avenida Afonso Pena, em frente a Cidade do Natal, de onde saem em carreta até a Praça do Rádio, às 14 horas, em protesto ao atual governo e apoio ao ato dos lojistas, que por volta das 12 horas desta sexta-feira (18), fecharam as portas por aproximadamente 1 horas.

O Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística), que está a frente do movimento, estima que pelo menos 70 caminhões participem do ato, que tem como destino final a Avenida João Arinos, em frente a prédio do Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros).

O diretor presidente do sindicato, Cláudio Cavol destacou que o objetivo do protesto é chamar a atenção para o cenário nacional e cobrar melhorias. “Estamos dizendo que queremos um governo melhor. É muita falta de eficiência e roubalheira desse governo”, disse.

A carreata deve sair da Cidade do Natal sentido Praça do Rádio, seguir pela Pedro Celestino, Fernando Correa, Joaquim Murtinho e por fim, Avenida João Arinos.

Jornal Midiamax