Política

Ao lado do irmão ex-prefeito, Marquinhos se filia ao PSD de olho na prefeitura

Assinatura da filiação foi feita hoje (12) na Câmara Municipal

Daiane Libero Publicado em 12/03/2016, às 15h25

None
12837634_10208987279469178_786600566_o.jpg

Assinatura da filiação foi feita hoje (12) na Câmara Municipal

Ao lado do irmão ex-prefeito, Marquinhos se filia ao PSD de olho na prefeituraMarquinhos Trad mal chegou à Câmara Municipal de Campo Grande para o Primeiro Encontro do PSD (Partido Social Democrata) em Mato Grosso do Sul hoje (12) e já foi conduzido até o púlpito, onde assinou sua filiação e deu início ao seu discurso, na presença de políticos, do público e de membros do partido, além de seu irmão Nelsinho Trad (PTB), que aproveitou para negar qualquer rixa pela prefeitura municipal. "As pessoas gostam de confusão mas entre meu irmão e eu, quem apostar nisso, vai perder", afirmou Nelsinho. 

Ele dá a entender que não vai se candidatar por seu partido, dando apoio necessário à Marquinhos. "Já corri pela política, conheço bem a Câmara. Já fui vereador, deputado, prefeito duas vezes. É hora de virar a página da história de Campo Grande", afirmou. O ex-prefeito também criticou a gestão de Alcides Bernal. "É um absurdo que estejam acontecendo problemas numa cidade que era referência de qualidade de vida e de bem-estar. Problema existe para ser resolvido", enfatizou. 

Marquinhos Trad afirmou estar honrado pela filiação ao PSD. "Este é um partido que permite trabalhar e que tem história e potencial para transformar Campo Grande. Agradeço a todas as pessoas e estou preparado para o desafio de melhorar nossa cidade", enfatizou. Assim, após a assinatura, a pré-candidatura dele está lançada. 

Ouvir lideranças

Na ocasião, Marquinhos Trad aproveitou para lançar também o projeto "Conversa com a Gente" pelo PSD. "Vamos percorrer a cidade e os bairros, ouvir lideranças, conselhos, entidades, para levantar os anseios da população e os problemas enfrentados pois queremos resolvê-los na próxima administração municipal", explicou. 

Para receber filiação de Marquinhos Trad, "festa" do PSD teve faixas e torcida, e até uma escola de samba recebendo o público. Além disso, estão no local Chiquinho Telles, Coringa, Mário César, João Rocha e Otávio Trad, além de Mandetta, Dagoberto, Liz Matos Derzi e Paulo Matos Na ocasião, o presidente da câmara João Rocha aproveitou para alfinetar o atual prefeito, Alcides Bernal.

Jornal Midiamax