Política

Vereador pede para colegas trancarem a pauta por fim de caos na saúde

"Ou dá conta da saúde ou volta para a Casa"

Evelin Cáceres Publicado em 30/04/2015, às 15h43

None
pedra.jpg

“Ou dá conta da saúde ou volta para a Casa”

O vereador Paulo Pedra (PDT), que na última sessão defendeu o secretário de saúde Jamal Salem, criticou o “caos” nos postos nesta quinta-feira (30) e sugeriu que a Câmara “tranque a pauta” até que os problemas sejam resolvidos.

“A saúde em Campo Grande está uma vergonha e a Câmara é responsável porque tem um vereador como secretário. Ou dá conta da saúde ou volta para a Casa, porque do jeito que está não dá para continuar”, avaliou.

Pedra também sugeriu que a Câmara não vote nada até que o pagamento dos salários dos servidores seja definido e que seja nomeado um novo secretário para a Fundac (Fundação Municipal de Cultura).

“Se o prefeito demitir uns 500 comissionados ele terá dinheiro para pagar os servidores”,m disparou.

Thais Helena (PT) usou a tribuna para denunciar que ontem no posto do Aero Rancho não tinha nenhum médico. “Todo mundo teve que ir para o Guanandi, onde só tinham dois médicos atendendo. Virou um caos total”. 

Jornal Midiamax