Vereador cobra CPI dos Buracos como resposta da Câmara à população

Parlamentar quer abrir CPI que foi engavetada
| 05/05/2015
- 15:52
Vereador cobra CPI dos Buracos como resposta da Câmara à população

Parlamentar quer abrir CPI que foi engavetada

O vereador Chiquinho Telles (PSD) está cobrando atitude da Câmara de Campo Grande para dar a contribuição necessária para minimizar a alegada crise financeira da Prefeitura. O vereador critica a falta de atitude da gestão de Gilmar Olarte (PP), mas também lembra da responsabilidade dos vereadores.

“Temos que assumir mea-culpa também. Talvez se tivéssemos tomado providências lá atrás. A CPI dos Buracos tem oito assinaturas. Esta questão do tapa-buraco é uma boca de lobo gigante que consome muito dinheiro público. Falta mais duas só”, opinou.

O vereador desafia mais dois colegas a assinar o requerimento, para mostrar que a Câmara, de fato, está tomando atitude. “Aí estaríamos ajudando de fato. Não pode ficar só no discurso. Tem que ter força e união para realmente ficar do lado da cidade”, opinou.

Chiquinho também criticou a nova prática adotada por alguns vereadores, de fazer convite ao prefeito ou a secretários. Na avaliação do vereador, esta história de convite parece mais conversa de compadre e comadre.

“Por muito menos o Bernal (ex-prefeito Alcides Bernal-PP) foi cassado. Já há quem diga: que saudade do Bernal. O Hospital da Moreninha, por exemplo, mesmo falando que não fecha, o povo não acredita mais. Não se pode perder a confiança”, concluiu.

Na última sessão da Câmara os vereadores pediram para Edil Albuquerque (PMDB), convidar Olarte para uma reunião. Mas, até o momento, o encontro não aconteceu. Eles esperam que o prefeito dê uma explicação sobre a real situação financeira do Município.

A CPI dos Buracos não decolou na Câmara por falta de duas assinaturas. Dos 29 vereadores, só oito assinaram a favor da investigação:  Alex do PT, Ayrton do PT, Chiquinho, Cazuza (PP), José Chadid (sem partido), Luiza Ribeiro (PPS), Paulo Pedra (PDT) e Thais Helena (PT).

 

Veja também

Últimas notícias