Sindicato pede ajuda de Reinaldo para evitar fim de ferrovia em MS

Representantes foram ontem à Assembleia pedir ajuda dos deputados
| 23/05/2015
- 00:32
Sindicato pede ajuda de Reinaldo para evitar fim de ferrovia em MS

Representantes foram ontem à Assembleia pedir ajuda dos deputados

Representantes do Sindicato dos Ferroviários e alguns deputados estaduais vão se reunir com o governador do Estado, (PSDB), nesta sexta-feira (23), para discutir o encerramento das atividades da ALL (América Latina Logística), no trecho entre Corumbá e Bauru (SP).

Eles pedem a interlocução do executivo e legislativo para cobrar da União, por entenderem que a concessionária está ‘desmontando o sistema ferroviário’, com demissões que vêm ocorrendo  – só nos últimos meses teriam ocorrido ao menos 100 demissões e há previsão de mais 180.

Além disso, os representantes questionam a ANTT, e consideram que ela está sendo conivente e omissa com ações da ALL, que se juntou A Rumo Logística em novembro passado.  

Uma Audiência Pública foi defendida pelos deputados Marquinhos Trad (PMDB), Barbosinha (PSB), Eduardo Rocha (PMDB) e Amarildo Cruz (PT), com a participação da ANTT e autoridades federais.

Juntas, as empresas ALL e Rumo prometem investir R$ 8 bilhões em ferrovias do país. “Tanto investimento mas não sobra nada para nossa malha. Definiram o nosso trecho como ‘antieconômico’ mas se não gera lucro, é porque não houve investimentos”, afirmou ontem o diretor do Sindicato dos Trabalhadores de Empresas Ferroviárias de Bauru e Mato Grosso do Sul, Ivanildo da Silva.

Um dos temores dos parlamentares é o fim da ferrovia que passa em Três Lagoas, um dos principais polos industriais do Estado.

 

Veja também

Vistoria da Sesau constatou pacientes em locais considerados inadequados

Últimas notícias