A escola é modelo inédito para o Brasil 

A secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro, participou na manhã desta terça-feira (2), da inauguração da primeira Escola de Assistência Social do Brasil (SUAS/MS), “Escola do Sistema Único de Assistência Social Mariluce Bittar”, sediada em .

Representando a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a autoridade federal declarou que em razão da experiência na capital sul-mato-grossense ser protagonista no País, o Governo Federal deverá, a partir de agora, replicar o modelo em outros Estados do País. “Vamos compartilhar informações sobre a escola implantada aqui na cidade para socializar a experiência com o Brasil. A assistência social passa a ter um espaço de referência em Campo Grande e seria interessante que outros Estados tivessem a mesma iniciativa”, descreveu a secretária.

O governador , ao lado da vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, , lembrou que a construção da escola é uma realização da equipe do governo do Estado que vem se esforçando para ser referencial de políticas públicas. “Vamos sempre, neste governo, trabalhar a transversalidade da assistência social e ampliar desta forma o alcance dessa política para a população”, descreveu o governador, durante a abertura do evento.

Com meta de atender 1.611 mil pessoas neste ano, a escola é modelo inédito para o Brasil “pois será um espaço para capacitações efetivas e permanentes para os trabalhadores da área e troca de experiências e informações em eventos que serão sediados no local como a Reunião Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social – Etapa Centro Oeste, que já começa hoje aqui na escola”, descreveu a vice-governadora e secretária da Sedhast. “É um grande estímulo estar à frente da Assistência Social no Estado pois sabemos da grandiosidade da pasta e os desafios que vamos um a um vencendo. Hoje é prova disso”, declarou Rose Modesto.

Além da secretária Nacional de Assistência Social, Ieda Castro; o secretário Nacional de Renda e Cidadania, Helmut Schawarzer, também representou o Governo Federal no evento de inauguração.

teve investimento de R$ 3 milhões do Estado

A primeira Escola de Assistência Social do Brasil; Escola do Sistema Único de Assistência Social – SUAS/MS Mariluce Bittar teve projeto executado com recursos do governo do Estado na ordem de R$ 3 milhões e está localizada na Rua André Pace, 630, Bairro Guanandi.

As capacitações começarão no segundo semestre. Licitações devem ser abertas neste mês para selecionar as universidades que vão oferecer os cursos para assistentes sociais, educadores, psicólogos, sociólogos entre outros, mais profissionais de nível médio como os cuidadores e orientadores sociais – todos ligados à entidades da área.

Além de centro de capacitação, a Escola de Assistência Social ainda será centro de referência para receber eventos como a Reunião Ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social – Etapa Centro Oeste, que começa hoje e outros eventos passarão a acontecer no local como as reuniões mensais da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) – espaço de articulação de gestores ligados à assistência social do governo do Estado e municípios.