Política

LDO é aprovada em votação simbólica na Câmara de Campo Grande

Texto traz diretrizes para elaboração do orçamento do município

Midiamax Publicado em 07/07/2015, às 15h11

None
img-20150707-wa0020.jpg

Texto traz diretrizes para elaboração do orçamento do município

Em votação simbólica, os vereadores aprovaram nesta terça-feira (7) a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2016 da Prefeitura de Campo Grande. Como o próprio nome indica, a legislação direciona o Poder Público na elaboração do Orçamento, que precisa ser aprovado na Câmara Municipal até o fim de dezembro.

A LDO 2016, projeto de lei número 8.021/15, foi apresentado à Câmara em abril. Ela prevê, por exemplo, que a Prefeitura não pode gastar sem “a suficiente dotação orçamentária”, o cumprimento de metas e o destino dos recursos da seguinte forma: 25% para educação, 15% para a saúde e 1% para a cultura.

O texto foi aprovado em votação simbólica, ou seja, com acordo prévio, sem a necessidade de votos nominais ou contagem, e sem voto contrário. A sessão desta terça foi no auditório do Senac, próximo ao Horto Florestal, no Centro da cidade.

Jornal Midiamax