Há um mês cidadão tenta espaço na tribuna e é ignorado por vereadores

Morador ‘espera milagre’ para conseguir se pronunciar
| 13/05/2015
- 15:57
Há um mês cidadão tenta espaço na tribuna e é ignorado por vereadores

Morador ‘espera milagre’ para conseguir se pronunciar

O especialista em design de interiores, Jurandir da Silva Filho, protestou contra a falta de oportunidade para falar na tribuna da Câmara de Campo Grande. Após protestar no Facebook, Jurandir foi à Câmara com um cartaz para manifestar a indignação contra o veto a seus pedidos para se pronunciar.

“À espera de um milagre: a Constituição Federal  dá o direito a qualquer cidadão de se pronunciar na tribuna livre, mesmo sem estar imbuído de nenhuma representação social”, dizia o cartaz segurado pelo cidadão.

Jurandir alega que já protocolou dois pedidos na Câmara em um mês, mas até agora não conquistou o direito. Ele afirma que o primeiro pedido foi negado, sem justificativa, e que não obteve resposta do segundo.

“Talvez porque o tema é saúde. Acho que é isso. Basta ver como está a saúde em Campo Grande. Dizem que a casa é do povo, mas na realidade de quem fala coisas que eles querem ouvir”, reclamou.

Jurandir ficou com o cartaz durante toda a sessão, mas não teve a oportunidade de se pronunciar.  O vereador Alex do PT até tentou incluí-lo, mas foi informado de que não havia mais vaga, visto que três outras pessoas já estavam inscritas para ocupar a tribuna.

 

Veja também

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL0, chegou em Campo...

Últimas notícias