Política

Em dia movimentado, equipe da Prefeitura é barrada no MPE

Eles não puderam entrar no órgão

Jessica Benitez Publicado em 10/11/2015, às 20h08

None
mpf_-_la.jpg

Eles não puderam entrar no órgão

Uma equipe da Prefeitura de Campo Grande foi impedida de entrar no MPE (Ministério Público Estadual) na tarde desta terça-feira (10). De acordo com a assessoria de imprensa do local, o prefeito Alcides Bernal (PP) não havia marcado reunião. Mas, segundo o pessoal do Executivo, estava tudo previamente agendado.

Segundo informações extraoficiais um dos nove presos na manhã de hoje presta depoimento neste momento no MPE. Dois carros da Polícia Civil, responsável pelas prisões, está no local. O ex-secretário de Obras e ex-deputado federal Edson Giroto (PR) deve ser ouvido na próxima sexta-feira (13).

A prisão foi resultado de força-tarefa de promotores de Justiça e desdobramento da Operação Lama Asfáltica. Segundo o MPE a apuração constatou desvio de verbas públicas que, de acordo com estimativas iniciais, teria ocasionado um prejuízo de R$ 2.962.136,00 aos cofres públicos, em razão do pagamento de obras não executadas em estradas estaduais.

Jornal Midiamax