está sendo votada ponto a ponto pelos deputados

Os deputados estaduais se disseram favoráveis ao fim da reeleição para prefeito, governador e presidente, proposta da reforma política que foi aprovada na quinta-feira (28), na Câmara dos Deputados.

A reforma está sendo votada ponto a ponto. Nesta semana, por exemplo, os parlamentares votaram o sistema eleitoral, fim da reeleição e financiamento de campanha.

O deputado Barbosinha (PSB) disse concordar com a aprovação do fim da reeleição. “Concordo com o fim da reeleição. No segundo mandato, o gestor já não administra da mesa forma”, completa o deputado Paulo Corrêa (PR).

Agora, outro ponto que será discutido e votado é que os mandatos passem dos atuais quatro para cinco anos. “É ruim quatro anos, uma vez que os planejamentos do executivo são a longo prazo”, opina o deputado Beto Pereira (PDT), que também se disse favorável ao fim da reeleição, com a ressalva de incluir mais um ano.

Todos os deputados federais de Mato Grosso do Sul votaram a favor do fim da reeleição. A divisão na bancada aconteceu no projeto que estabelecia novas regras para o financiamento de campanhas.

A primeira proposta votada foi a proibição de financiamento privado a campanhas, utilizando-se apenas dinheiro público, o que foi rejeitado por 343 a 56, com 58 abstenções. Entre os deputados de Mato Grosso do Sul, só Vander Loubet (PT) votou sim. Zeca se absteve e todos os outros foram contrários: Carlos Marun (PMDB), Dagoberto Nogueira (PDT), Elizeu Dionizio (SD), Geraldo Resende (PMDB), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Tereza Cristina (PSB).

Veja a ordem dos temas que foram ou serão votados pelos deputados:

– Sistema eleitoral: votado
– Financiamento de campanhas (público; privado restrito a pessoa física; ou privado extensivo a pessoa jurídica): votado
– Proibição ou não da reeleição: votado
– Duração dos mandatos de cargos eletivos;
– Coincidência de mandatos;
– Cota para as mulheres;
– Fim das coligações;
– Cláusula de barreira;
– Dia da posse para presidente da República;
– Voto obrigatório.