Política

Convidado para a Semadur, Edil quer liberar recursos para caixa da Prefeitura

Vereador aguarda desfecho da processante

Midiamax Publicado em 25/06/2015, às 10h09

None
edil.jpg

Vereador aguarda desfecho da processante

O vereador Edil Albuquerque (PMDB) espera desfecho do pedido de comissão processante na Câmara de Campo Grande para voltar ao Poder Executivo, onde deve ocupar a função de secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

O vereador explica que foi convidado pelo prefeito Gilmar Olarte (PP) e tem recebido vários pedidos de empresários, que esperam maior agilidade na liberação de licenças ambientais, travadas na secretaria.

“Eu tenho experiência administrativa e boa vontade de ajudar a dar vazão as coisas paradas e ao mesmo tempo dar contribuição para as finanças da Prefeitura. Se não agiliza as coisas na Semadur, a Prefeitura perde recurso”, justificou.

A previsão é de que na semana que vem a Câmara vote o pedido de comissão processante. Se arquivado, Edil terá caminho mais fácil para voltar ao Poder Executivo, dependendo apenas da indicação de um novo líder para o prefeito. Olarte enfrenta dificuldade para conseguir novo líder porque lideranças partidárias estão proibindo vereadores de assumir. Pré-candidatos, eles não querem envolvimento com a atual gestão.

A volta de Edil garante mandato ao ex-deputado federal Antônio Cruz. Ele é o próximo suplente do PMDB a ganhar mandato, visto que Magali Picarelli (PMDB) ficou com a titularidade depois que Grazielle Machado (PR) foi eleita deputada.

Jornal Midiamax