Carlão e Chiquinho seguem indecisos sobre assumir liderança na Câmara

Ambos listam dificuldades e esperam votação da Processante
| 27/05/2015
- 17:27
Carlão e Chiquinho seguem indecisos sobre assumir liderança na Câmara

Ambos listam dificuldades e esperam votação da Processante

Os vereadores Carlão (PSB) e Chiquinho Telles (PSD) ainda não admitiram nesta quarta-feira (27) que possam assumir a liderança do prefeito Gilmar Olarte frente aos parlamentares na Câmara de Campo Grande. Após o atual líder Edil Albuquerque (PMDB) se declarar independente, o prefeito busca novos representantes na Casa.

Chiquinho afirma que aceita ser vice líder somente se Carlão assumir a liderança. O vereador do PSB, entretanto, não sinaliza querer assumir a posição.

“Tudo depende do resultado da Comissão Processante, se ela vai ser instaurada ou não. Eu não tenho interesse, mas essa questão passa por avaliação do partido”.

Além disso, o vereador citou algumas condições que o fariam pensar na possibilidade. “Para eu aceitar teria que ter ao menos 15 vereadores na base, o Olarte teria que nomear os secretários de Cultura e Educação, trocar o líder da Semadur e ainda tirar o secretário de Governo, Rodrigo Pimentel, que parece não cumprir com seu papel”, pontuou.

Outro nome citado pelos vereadores é Airton Saraiva (DEM), que também não se posicionou sobre o assunto. A questão deve voltar a ser discutida somente após a votação da Processante, na terça-feira (2). Até lá, Edil segue como líder de Olarte. 

Veja também

Últimas notícias