Política

Vereadores analisam vetos à criação de secretaria e prazo para atendimento em cartório

A pauta de votação da Câmara Municipal de Campo Grande para esta quinta-feira (5) prevê a votação de dois vetos totais do Poder Executivo. Em única discussão e votação será analisado o veto total ao Projeto de Lei n° 7.566/13, de autoria dos vereadores Chiquinho Telles (PSD), Mario Cesar (PMDB) e Carlão (PSB), que autoriza […]

Arquivo Publicado em 05/06/2014, às 13h01

None
147205550.jpg

A pauta de votação da Câmara Municipal de Campo Grande para esta quinta-feira (5) prevê a votação de dois vetos totais do Poder Executivo.

Em única discussão e votação será analisado o veto total ao Projeto de Lei n° 7.566/13, de autoria dos vereadores Chiquinho Telles (PSD), Mario Cesar (PMDB) e Carlão (PSB), que autoriza o Poder Executivo a criar a Secretaria Municipal de Ação Social Comunitária.

Já Projeto de Lei Complementar n° 351/13, obriga os cartórios a atender aos usuários dos seus serviços em tempo razoável. A proposta é de autoria dos vereadores Coringa, Vanderlei Cabeludo, Flávio César, Chiquinho Telles, Ayrton de Araújo do PT, Juliana Zorzo, Prof. João Rocha, Engenheiro Edson, Edil Albuquerque, Otávio Trad, Chocolate, Dr. Jamal, Zeca do PT, Carla Stephanini, Gilmar da Cruz, Alex do PT, Carlão e Delei Pinheiro.

Pelo projeto, os cartórios de Campo Grande seriam obrigados a atender os usuários em até 15 minutos, nos dias de movimento normal.

Jornal Midiamax