Política

PMDB-MS se reúne antes da votação para garantir reedição da aliança nacional com PT

Os 15 integrantes do PMDB de Mato Grosso do Sul se reuniram antes da votação na convenção nacional do partido que vai decidir sobre o apoio a presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo o presidente regional, deputado estadual Júnior Mochi, 90% dos 26 votos foram a favor da reedição. “Tivemos reunião preliminar. Cerca de 90% votaram […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 16h43

None

Os 15 integrantes do PMDB de Mato Grosso do Sul se reuniram antes da votação na convenção nacional do partido que vai decidir sobre o apoio a presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo o presidente regional, deputado estadual Júnior Mochi, 90% dos 26 votos foram a favor da reedição.


“Tivemos reunião preliminar. Cerca de 90% votaram pela coligação com PT nacional”, afirmou Mochi. O grupo formado por 15 integrantes, mas totaliza 26 votos porque a bancada federal tem direito a três votos cada um e o presidente do partido e o governador André Puccinelli (PMDB) tem dois.


Participaram da convenção: André Puccinelli; Júnior Mochi; os deputados federais Geraldo Resende e Fabio Trad; os deputados estaduais Carlos Marun, Eduardo Rocha, que também é presidente regional do partido; governador; vice-governadora Simone Tebet; o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad; vice-presidente do partido, Esacheu Nascimento; os vereadores Vanderlei Cabeludo e Carla Stephanini, Zellir Maggioni, Jesus Sulzer e Ernesto Elias Ourives.


Não participaram o deputado federal Marçal Filho e o estadual Marquinhos Trad.


Segundo o dirigente, foi feito um acordo para garantir que a aliança seja reeditada. Em troca, a nacional permite o Diretório Estadual a liberar o apoio presidencial no Estado. “Apensa para cumprir o compromisso. Alguns tiveram a ponderação de ter liberdade por compromissos aqui”, pontuou.


A votação termina às 15 horas, horário de Brasília.


Atualizada às 08:h41 do dia 11/06/2014 para acréscimo de informação.

Jornal Midiamax