Política

Chocolate diz que Campo Grande sabe o seu voto, pelo sofrimento que passou nas mãos de Bernal

O vereador Chocolate, que sofreu um processo de expulsão do PP movido pelo prefeito Alcides Bernal, disse que já leu o relatório final da Comissão Processante e que vai votar no que é melhor para Campo Grande. Ele não quis declarar o voto, mas deu indícios de que será pela cassação. “Pelo meu sofrimento, a […]

Arquivo Publicado em 11/03/2014, às 12h11

None
1845116434.jpg

O vereador Chocolate, que sofreu um processo de expulsão do PP movido pelo prefeito Alcides Bernal, disse que já leu o relatório final da Comissão Processante e que vai votar no que é melhor para Campo Grande. Ele não quis declarar o voto, mas deu indícios de que será pela cassação. “Pelo meu sofrimento, a cidade sabe a minha decisão”, afirmou.

Chocolate disse ainda temer represálias caso declare o voto antecipadamente por conta dos ânimos acirrados.

A tentativa de expulsão do vereador teve início quando Chocolate votou a favor da abertura de uma Comissão Processante. Por diversas vezes, o parlamentar argumentou que o objetivo era dar oportunidade para o prefeito se defender.

Mesmo diante do desgaste provocado pelo processo de expulsão, Chocolate chegou a dar sinais de uma aproximação com o prefeito. No mês passado, ele abraçou o prefeito e o chamou de “irmão”.

A história de Chocolate e Bernal teve início nas eleições municipais de 2012, quando o então animador de um programa de televisão saiu candidato a vereador pelo partido do radialista Alcides Bernal.

Na época, Chocolate acompanhou o candidato Bernal em todos os eventos e até atuava como motorista do prefeitável.

Jornal Midiamax