Política

Campo Grande perdeu R$ 30 milhões de verbas federais por ‘travamento’ de Bernal

Em um ano, Campo Grande perdeu entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões em verbas federais por falhas em projetos apresentados. A afirmação é do prefeito, Gilmar Olarte, ao falar sobre as condições em que foi gerida a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) durante a gestão do antecessor, Alcides Bernal, […]

Arquivo Publicado em 21/03/2014, às 13h12

None
1286200408.jpg

Em um ano, Campo Grande perdeu entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões em verbas federais por falhas em projetos apresentados. A afirmação é do prefeito, Gilmar Olarte, ao falar sobre as condições em que foi gerida a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) durante a gestão do antecessor, Alcides Bernal, cassado no dia 12 de março.

A partir de agora, continua o prefeito, os projetos serão “inovadores e criativos” com objetivo de limpar a pauta da Semadur, além de evitar que verbas para obras importantes sejam perdidas em questões burocráticas. Segundo o novo chefe do Executivo, os trabalhos foram “travados pelo maioral”, em mais uma crítica aberta ao antecessor.

Olarte disse ainda que pretende levar a imprensa até a Semadur. “Quero mostrar como Campo Grande estava travada”.

O prefeito vem reiterando que já tem praticamente pronto diagnóstico sobre a situação atual da Prefeitura. Os detalhes do levantamento deverão ser divulgados na manhã da próxima segunda-feira, 24, apontando “ações equivocadas” da administração anterior.

Jornal Midiamax