Política

Vereadores se xingam de ‘filhinho de pastor’ e ‘suplentezinho’ em reunião com Chaves

O vereador Alex do PT, líder do prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP), xingou Elizeu Dionizio (SDD) de ‘filhinho de pastor’ por discordar de uma fala do colega. Em resposta, o petista foi chamdo de ‘suplentizinho’. Eles se estranharam durante reunião com secretário de Governo, Pedro Chaves, na manhã desta quinta-feira (19), na Câmara […]

Arquivo Publicado em 19/12/2013, às 15h49

None
991695040.jpg

O vereador Alex do PT, líder do prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP), xingou Elizeu Dionizio (SDD) de ‘filhinho de pastor’ por discordar de uma fala do colega. Em resposta, o petista foi chamdo de ‘suplentizinho’. Eles se estranharam durante reunião com secretário de Governo, Pedro Chaves, na manhã desta quinta-feira (19), na Câmara Municipal.


O assunto no momento do desentendimento foi sobre a postagem no Facebook  da assessora de imprensa de Bernal, Márcia Scherer, sobre um suposto esquema de propina para livrar o prefeito de ser cassado. Ela, no mesmo dia, postou uma retratação alegando que se referia ao prefeito de Itaocara, no Rio de Janeiro.


Os vereadores ignoraram a presença do secretário e trocaram xingamentos. Segundo informações, eles chegaram a se empurrar. Nenhum vereador confirma. “Houve sim a discussão, mas foram separados antes”, disse Chiquinho Telles (PSD).


Professora Rose (PSDB) também negou as agressões. “Eles se desentenderam, mas não chegaram a se agredir. Eles têm opiniões divergentes”, afirmou a tucana.


Outros vereadores, porém, preferiram não se manifestar. Gilmar da Cruz (PRTB) disse que saiu antes da confusão e Zeca do PT afirmou que segue seu líder e é “Paz e Amor”.


Alex preferiu não comentar sobre a situação. O petista disse apenas que trata de posicionamento político. “Tenho uma indisposição política com Elizeu, não é nada pessoal. Não é fato substancial”, afirmou.




Jornal Midiamax