Política

Siufi diz que acredita na boa intenção de Bernal, mas entende que é preciso mostrar resultado

O vereador Paulo Siufi (PMDB) ainda não perdeu a esperança de que o prefeito Alcides Bernal (PP) consiga exercer bem o papel de administrador de Campo Grande. O vereador afirma que acredita na boa intenção do prefeito. Porém, entende que é preciso que isso se transforme em resultados positivos para a população. “Tem muita coisa […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 11h22

None
1842934119.jpg

O vereador Paulo Siufi (PMDB) ainda não perdeu a esperança de que o prefeito Alcides Bernal (PP) consiga exercer bem o papel de administrador de Campo Grande. O vereador afirma que acredita na boa intenção do prefeito. Porém, entende que é preciso que isso se transforme em resultados positivos para a população.

“Tem muita coisa errada que precisa ser melhorada e alguns pontos positivos que não posso deixar de ressaltar. Acredito que ele já tomou conhecimento de todo o corpo da prefeitura, seus secretários também, dentro das pastas respectivas, e agora precisa trabalhar para melhorar, porque a população precisa das melhorias faladas na campanha”, analisou.

Siufi entende que Bernal precisa preservar o que dava certo com Nelsinho e melhorar o que é preciso. Ele lamenta o jogo de empurra que acabou fazendo faltar alimentos e atrasou os kits escolares. “Ficou um disse me disse. Que foi a administração passada ou que os empresários estavam fazendo um boicote. Tem que fazer uma avaliação como fez dos 100 dias. Tem que fazer dos seis meses”, orientou.

Como ponto negativo da administração o vereador cita a falta de harmonia com o Poder legislativo, que acaba causando danos para todos, e o desconhecimento do “andar da carruagem”. Todavia, destaca a atitude ao ir para os bairros, criando programas como o Saúde em Ação e os mutirões, que tentam devolver a saúde e esperança para as pessoas. “É positivo e se funcionar vai ser uma marca”, concluiu.

O vereador lembrou o momento difícil enfrentado pela classe política, onde há uma insatisfação generalizada contra vereador, prefeito, governador, presidente e até o Congresso, justamente por conta das promessas não executadas. Por isso, entende que o momento é de reflexão.

Jornal Midiamax