Política

Comandante da Guarda diz que Bernal decidirá sobre contratações remanescentes

Os 77 Guardas Municipais que ainda faltam ser convocados do concurso prometem acampar na prefeitura de Campo Grande a partir das 14h nesta sexta-feira (6) até serem convocados por Bernal. Para o comandante da Guarda, Jonys Cabrera Lopes, o efetivo atual de 1.310 guardas atende o município. “O prefeito Bernal é que deve fazer um […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 15h02

None
1941126135.jpg

Os 77 Guardas Municipais que ainda faltam ser convocados do concurso prometem acampar na prefeitura de Campo Grande a partir das 14h nesta sexta-feira (6) até serem convocados por Bernal. Para o comandante da Guarda, Jonys Cabrera Lopes, o efetivo atual de 1.310 guardas atende o município.


“O prefeito Bernal é que deve fazer um estudo e ver se é possível contratar mais esses 77 guardas. Mas o efetivo atual atende a Guarda”, declarou. Questionado sobre qual seria a necessidade então de se ter feito um concurso com pessoas a mais, já que o efetivo atende, Jonys disse que a demanda nas unidades é grande.


“A demanda é muito grande, temos muitos postos de atendimento. Mas com a quantidade que trabalhamos damos conta do trabalho”, explicou.


Os guardas querem protestar hoje em frente à prefeitura até que o prefeito ou a administração municipal se posicione sobre as convocações.


No último dia 7, o vereador Coringa (PSD) questionou a abertura de licitação para contratação de uma empresa particular de segurança não armada para atender a prefeitura, já que ainda existem mais de 70 guardas para serem convocados.


O prazo para convocação dos guardas termina no dia 14 de dezembro de 2013.

Jornal Midiamax