Política

Reserva Indígena elege o 1º vereador em Dourados

Professor pedagogo, o guarani Aguilera de Souza (PSDC) foi eleito com 1.419 votos

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 13h26

None
1043273499.jpg

Professor pedagogo, o guarani Aguilera de Souza (PSDC) foi eleito com 1.419 votos

A cidade de Dourados elegeu o primeiro índio da história do município para ocupar uma vaga na Câmara de Vereadores. Trata-se do guarani Aguilera de Souza (PSDC), que foi eleito com 1.419 votos.


Morador na aldeia Jaguapirú, Aguilera é professor e pedagogo. Ele disse que hoje a aldeia de Dourados tem um líder político. “Foram anos esquecidos pelo poder público, mas a população indígena entendeu a importancia de se organizar e lutar por seus direitos. Até hoje, sem um representante na Câmara de Vereadores, não havia mecanismos de termos representatividade. Isto vai mudar a partir de 2013, quando seremos porta voz das reivindicações da comunidade e estaremos lá para sermos ouvidos. A minha meta será lutar pelos direitos do ser humano, que muitas vezes é esquecido quando o assunto é indígena. Sei que a luta não será fácil, mas agora podemos ter mais força no combate a violência que assola nossa aldeia. Vamos olhar com carinho as nossas comunidade e trabalhar por elas”, destacou, observando que vai trabalhar por mais saúde, moradia e melhor qualidade de vida para a Reserva.


De acordo com o presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena, Fernando de Souza, a aldeia de Dourados está em festa. “Para nós, termos um vereador é algo fantástico. A comunidade está despertando para se organizar e viabilizar condições de ocupar cargos importantes”, destaca.


Fernando diz que desta vez a comunidade usou a estratégia para eleger ao menos um candidato. “Na última eleição foram 8 candidatos a vereadores indígenas e por isso houve muitos votos distribuídos entre os candidatos, o que não possibilitou a eleição de nenhum. Desta vez colocamos a disposição apenas quatro nomês o que direcionou maior quantidade de votos entre os postulantes a vaga”, conta.


Fernando contabiliza que a reserva indígena tenha 5.6 mil votantes. Destes, apenas 3.910 votos foram válidos. Os outros 1.690 é resultado de votos nulos, brancos e abstenções. Do total de votos válidos, o prefeito Murilo Zauith teve 49%, enquanto a candidata Keliana Fernandes somou 39%; uma diferença de apenas 10%. Delane Borges teve 11% dos votos, enquanto Zé Roberto somou 1%.


Segundo Fernando em todo o Estado já ocupam cadeiras do Legislativo 7 vereadores índios. Eles estão nas cidades de Caarapó (1), Tacurú (1), Japorã (2), Laguna Carapã (1), Coronel Sapucaia (1) e Dois Irmãos do Buriti (1). Fernando diz que a comunidade indígena está apurando se eles foram eleitos.


Em Dourados, os três outros indígenas que disputaram a vaga no Legislativo foram: Wilson Matos, Curu e Jorge Paredes.

Jornal Midiamax