Política

Jerson duvida que prisão de Artuzi “respingue” em Puccinelli

Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) não acredita que a prisão do prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), respingue na imagem do governador André Puccinelli (PMDB). Artuzi é o principal cabo eleitoral do governador na região de Dourados. “Foi Artuzi quem quis apoiar o governador deixando para trás as bases que […]

Arquivo Publicado em 02/09/2010, às 18h30

None

Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) não acredita que a prisão do prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), respingue na imagem do governador André Puccinelli (PMDB). Artuzi é o principal cabo eleitoral do governador na região de Dourados. “Foi Artuzi quem quis apoiar o governador deixando para trás as bases que o apoiaram”, diz Jerson.

Ao escolher Puccinelli, Artuzi contrariou o desejo de seu partido, o PDT, que queria que ele apoiasse Zeca do PT. A eleição de Artuzi, aliás, teve ajuda de nomes do PT.

“A população sabe diferenciar as coisas. Artuzi preferiu apoiar André porque contava com investimentos do governo estadual no seu município. Portanto, uma coisa nada tem a ver com a outra”, mencionou.

Quem pensa da mesma forma que Jerson é o líder do governo Youssif Domingos (PMDB). “Acho que não vai ter qualquer reflexo na campanha do André. A população sabe diferenciar as coisas”, avalia.

Artuzi e outras 27 pessoas foram presos na manhã de ontem pela Polícia Federal na Operação Uragano (furacão em italiano). Eles são acusados de participar de esquema de corrupção que, conforme a polícia, tinha o próprio prefeito como chefe. Artuzi aparece em vídeo recebendo dinheiro de propina. O prefeito está detido no 3º Distrito Policial no Bairro Carandá Bosque, na Capital.

Jornal Midiamax