Política

Ex-vereador leva sete tiros em tentativa de homicídio

O ex-presidente da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo, e atual suplente de vereador pelo PSDB, Roberto Carlos Lins, 45 anos, foi atingido por sete tiros, por volta das 10h30 de sábado (25), em uma tentativa de homicídio dentro da própria casa, no Bairro Parque Estoril, em Ribas do Rio Pardo. De acordo com […]

Arquivo Publicado em 28/09/2010, às 19h30

None

O ex-presidente da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo, e atual suplente de vereador pelo PSDB, Roberto Carlos Lins, 45 anos, foi atingido por sete tiros, por volta das 10h30 de sábado (25), em uma tentativa de homicídio dentro da própria casa, no Bairro Parque Estoril, em Ribas do Rio Pardo.


De acordo com testemunhas, o pai da vítima saiu da residência deixando o portão aberto, o que teria facilitado a entrada do autor dos disparos. No momento do crime, estavam na casa somente Roberto e sua mãe.


Segundo a idosa, ela estava na cozinha quando ouviu o filho gritar, quando foi ver o que era, deparou-se com um homem, de cabelos longos, efetuando vários disparos contra ele. Desesperada, gritou para que parasse, logo, o pistoleiro saiu do imóvel e fugiu.


Atingido por cinco tiros na região do tórax, um no braço e outro na virilha, Roberto foi levado ao hospital municipal pela mãe e vizinhos, mas devido à gravidade dos ferimentos foi transferido inconsciente à Santa Casa de Campo Grande. Segundo a assessoria do hospital, ele segue internado sem previsão de alta, está consciente e orientado.


Policiais militares realizaram buscas no município, porém nenhum suspeito foi encontrado. A polícia investiga o que teria motivado o crime contra o político.


Um familiar da vítima, que não quis ter o nome identificado, disse ao Midiamax que a família não sabe apontar nenhum suspeito e não sabe a razão da tentativa de assassinato. “Não sabemos de nada, estamos esperando por respostas, apenas. Foi um livramento ele ter se salvado”, desabafou.


Ainda de acordo com o familiar, há sete meses Roberto sofreu outro atentado em que seu carro foi alvejado por tiros. Segundo ele, os autores foram presos, mas não relataram o motivo do crime.

Jornal Midiamax