A ponte sobre o Rio Paraguai em Corumbá estará interditada neste final de semana para realização da primeira etapa de concretagem de sua obra da recuperação. Serão doze horas de interdição, que iniciam no sábado (13) às 17 horas e termina com liberação às 5 horas do domingo (14).

O trecho está localizado na BR-262 e o responsável pela obra é o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), vinculada à Seilog (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística).

O secretário destaca ainda que a interdição é necessária para o pleno restabelecimento estrutural da ponte, e que a escolha pelo serviço no período noturno se deu com intuito de reduzir o impacto para a população, uma vez que o tráfego de veículos é menos intenso no horário em que ponte será fechada para o trabalho de concretagem.

“Compreendemos que essa interdição pode impactar as atividades cotidianas, especialmente empresas de transporte coletivo e de cargas, assim como os moradores que dependem da ponte para se locomover. Por isso, solicitamos a compreensão de todos para que se programem adequadamente para este curto período de interdição”, pontua o titular da Seilog, Hélio Peluffo Filho.

Segundo a Agesul, em casos de extrema necessidade, como o trânsito de ambulâncias, poderá ser liberado para travessia acompanhada por veículos de apoio, garantindo a segurança e o suporte adequado.