A PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou na manhã deste domingo (14) que a interdição da ponte sobre o Rio Paraguai, em Corumbá, na BR-262, deve se estender por cinco horas.

A previsão inicial era que o tráfego no local fosse interditado das 17h de sábado (13) até as 5h de domingo. Com a prorrogação, o bloqueio segue até as 10 horas.

A finalidade do bloqueio é a realização da primeira etapa da concretagem na obra de recuperação da ponte será conduzida pelo Governo do Estado, por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), vinculada à Seilog (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística).

Apenas em casos especiais, como o trânsito de ambulância, serão fornecidos veículos de apoio designados para acompanhar a travessia para garantir a segurança e suporte adequado. A Agesul emitiu comunicado informando a interdição temporária a empresas de transporte de minério, órgãos estaduais e federais, incluindo a Prefeitura de Corumbá e Ladário, Polícias Rodoviária Federal e Militar, Corpo de Bombeiros Militar de Corumbá, DNIT, Ministério Público Estadual, Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Rodoviário de Corumbá e Ladário, e Marinha Brasileira.