Um ciclista, identificado apenas como Valdeci, de 48 anos, morreu nesta sexta-feira (12), na Santa Casa de , quase duas semanas depois de ser atropelado em , município distante a 361 quilômetros. A vítima sofreu fratura no crânio e outras lesões na região da cabeça.

Conforme informações do registro policial apontam que a filha da vítima contou que, no dia 30 de março, o pai saiu para pescar e retornava no final da tarde para a cidade, de bicicleta. Durante o trajeto, por volta das 18h45, foi atropelado na , próximo à rotatória de entrada da cidade.

O condutor do Fiat Uno que o atropelou estava no local e contou aos policiais que havia colidido com um ciclista e não conseguiu acionar o socorro, apenas a Polícia Militar.

O motorista realizou teste do bafômetro, com resultado negativo para embriaguez. Valdeci foi encaminhado para o hospital de Campo Grande com fraturas no crânio e lesões na cabeça, onde ficou em estado paliativo.

Na madrugada desta sexta-feira, veio a óbito. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do como .