O , de 20 anos, que foi lançado para um matagal após colidir contra um ônibus na manhã desta quarta-feira (10) sofreu traumatismo cranioencefálico e passou por tratamento de fratura de ossos da face. Já o garupa, de 24, precisará fazer cirurgia para correção de fraturas na perna e mão direitas, e está sedado e intubado.

Conforme informações da Santa Casa, onde ambos estão internados, o garupa já foi avaliado pela equipe médica de neurocirurgia, ortopedia e cirurgia torácica. O estado de saúde dele é considerado estável. O motociclista, por sua vez, sofreu politraumas pelo corpo e aguarda cirurgia no calcanhar e na mão direita. Ele também será acompanhado pelos do setor de fratura de ossos da face, e está na enfermaria, consciente e orientado.

O acidente envolveu o ônibus que faz a linha Antártica. Segundo testemunhas que falaram com o Jornal Midiamax, o ônibus seguia sentido centro/bairro na Rua Tenente Ribeiro, sendo que o semáforo estava verde para o motorista. O motociclista seguia pela Rua Nasri Siufi e o sinal estaria vermelho.

O motociclista teria ‘furado’ o sinal vermelho e acabou colidindo contra o ônibus. Com o impacto da batida, uma das vítimas da moto foi lançada para o meio do mato. Uma placa de sinalização da ciclovia acabou arrancada com o acidente. Corpo de Bombeiros e o (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados para o local.