Polícia / Trânsito

Motorista que atropelou indígena em cidade de MS disse que fugiu por medo

Acidente aconteceu na manhã desta quinta-feira na avenida Presidente Vargas, nas proximidades do acesso à saída de Itaporã

Marcos Morandi Publicado em 18/06/2021, às 08h19

Jovem voltava para casa, quando foi atingido e morreu na hora
Jovem voltava para casa, quando foi atingido e morreu na hora - Cido Costa

O motorista que se envolveu em acidente de trânsito na manhã desta quinta-feira (17), em Dourados, cidade distante 225 quilômetros de Campo Grande, se apresentou no início da noite na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário de Dourados) para prestar esclarecimentos sobre a morte do indígena Gleison Ortiz Benites,  de18 anos.

No depoimento prestado na Depac, acompanhado de um advogado, ele relatou ao delegado plantonista Eliel Raimundo Alves, que parou o carro, mas deixou o local dos fatos por medo de represálias, devido ao acúmulo de pessoas, mas afirmou que ligou para a esposa e pediu que ela acionasse o socorro.

Segundo o condutor de 38 nos, que trabalha como motorista, o acidente foi provocado porque dois ciclistas atravessaram na sua frente. Ao desviar de um deles, acabou atingindo o indígena,  que voltava para casa.

De acordo com a ocorrência, o motorista afirmou que foi até a delegacia do município de Itaporã para comunicar o fato e, na parte da tarde, retornou à Dourados para se apresentar na Depac, onde foi ouvido e, em seguida liberado.

Jornal Midiamax